ESTUDO / SALVAÇÃO

Estudo / Salvação

Marco Antonio Sales

Publicado em 22.09.2002



      "Se dissermos que não temos pecado nenhum, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós". 1 João 1: 8

        Você crê em seu novo nascimento ? Se sua resposta é sim, em que você se baseia, para afirmar isso ?
        Só há um fundamento, no qual você pode se apoiar, para confessar seu novo nascimento: A fé.
        Portanto, nascer de novo, é uma questão de fé. E fé somente. Mas o que é fé ?
"Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem". Hebreus 11:1

        No filme "Indiana Jones e a Última cruzada", há uma cena clara de uma demonstração prática de fé. Em um trecho do filme, Harrison Ford, o "Indy", está diante de um penhasco intransponível. Não há como atravessá-lo. Seu pai morrerá se ele não conseguir o antídoto para salvá-lo, que, a propósito, está do outro lado.
        Ele então, lembra-se de que seu instrutor lhe havia dito que há a possibilidade de vitória, através da fé. Sem ter o que fazer, mas tendo que passar para a outra margem, Indy fecha os olhos e dá um passo em direção ao penhasco, tão profundo que é impossível ver o fim. De repente, ele pisa sobre uma ponte que, a princípio era invisível, no entanto ela sempre esteve ali. O precipício era apenas um reflexo.

      Alguns pontos a serem considerados.

1) No filme, o "Indy" estava firmado em uma base:
Ele confiou na PALAVRA QUE O HOMEM havia lhe dito.

No caso da fé bíblica. O homem também deve crer em uma palavra. Porém esta PALAVRA É DE DEUS: "Logo a fé é pelo ouvir, e o ouvir da Palavra de Deus". Romanos 10:17

2) Com o Indiana a fé era dele.
Com a fé cristã, é diferente. Ela vem de Deus, dada gratuitamente, e não adquirida por nossos esforços.
"Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus". Efésios 2:8

      Nascer de novo é crer, pela fé, no sacrifício de Cristo , por nós e em nós. Nascer de novo é uma decisão. Mas, oque significa esta decisão ?
Vejamos à luz da Palavra:
Creio ser importante que termos bem claro, 4 pontos:

1- O estado humano de pecado

Todos nós nascemos com uma condição básica:
"Eis que eu nasci em iniqüidade, e em pecado me concedeu minha mãe". Salmos 51:5

"Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porquanto todos pecaram". Romanos 5:12


2- A farsa da religião

        A religião foi algo hipócrita, inventado pelo homem, para que ele tentasse mudar seu estado original. Hipócrita, porque nós sabemos que não podemos nos transformar completamente. A religião pode mudar o exterior, mas não o interior do ser humano.

"Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas por dentro estão cheios de ossos e de toda imundícia. Mateus 23:27

      Diante disso, a única solução é:

3- Nascer de novo

"Não te admires de eu te haver dito: Necessário vos é nascer de novo." João 3:7

        Mas o que é nascer de novo ?

        Em Atos 2: 41, Pedro havia acabado de expor o Evangelho para uma multidão de pessoas. O resultado foi...
"De sorte que foram batizados os que receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase três mil almas"

      O que aconteceu ali?
        Foi um ato. Naquele dia, em determinado momento, 3.000 pessoas foram salvas. Isso é SALVAÇÃO.

      Até agora, vimos 3 pontos. O último é:

4- Santidade (Nossa posição perante o pecado)

      Só pode ser santo quem foi salvo.
Nós, pelo não conhecimento das Escrituras, julgamos erroneamente:
"Jesus, porém, lhes respondeu: Errais, não compreendendo as escrituras nem o poder de Deus". Mateus 22:29

      Com isso, muitas vezes não sabemos discernir entre salvação e santificação. E é aqui que o diabo mais atua! Creio que a grande obra dele é acusar! E quem ele acusa ? Os cristãos, afinal, se você não crê, você não é acusado, pois aquele que não crê já está condenado !
Os cristãos são sempre acusados pelo diabo. E muitas vezes, suas acusações nos fazem questionar nosso novo nascimento. Agora, deixe-me perguntar a você que, pode estar em dúvida, diante de uma acusação:
Você só vai crer quando parar de pecar, ou vai receber, pela fé e de graça; seu novo nascimento em Jesus Cristo, em Sua suficiente obra na cruz ?

      Nós vimos na Bíblia o que é fé. Se você crê realmente, o que você fez, faz, ou fará nunca vai anular o que Cristo realizou ! Quem livra do domínio do pecado é Cristo, não você.
Talvez você esteja passando por uma grande luta contra o pecado, e isso o tem feito indagar-se a respeito de sua experiência com Cristo. Deixe-me lhe dizer algo:
- Creia! E Cristo, em você, fará com que você ande em santidade! Confesse a vitória que Cristo já lhe deu, mesmo que você não a tenha visto ainda.

      Mas e se eu pecar de novo ? Você pode perguntar.
A Palavra diz:
"Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; mas, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo. ". I João 1:9; 2:1 e 2

Mas e se forem muitas vezes ?
Pedro, assim como nós, que não sabemos o que é misericórdia, nem muito menos graça, cferta ocasião, fez a seguinte pergunta ao Senhor:
"Então Pedro, aproximando-se dele, lhe perguntou: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu hei de perdoar? Até sete? Respondeu-lhe Jesus: Não te digo que até sete; mas até setenta vezes sete." Mateus 18:21 e 22

      Diga-me, se Cristo não estipulou "um limite de perdão" para o homem, será que Ele tem um para si mesmo?
Mas, preste bem atenção: Se você acha que isso significa, que vai poder fazer o que bem quiser de sua vida, você não sabe o que é novo nascimento. Paulo foi categórico:
"Que diremos, pois? permaneceremos no pecado, para que abunde a graça? De modo nenhum ! Nós, que já morremos para o pecado, como viveremos ainda nele? " Romanos 6:1

A graça nos foi dada para que Cristo transforme o nosso viver, para que andemos em santidade de vida. A posição do novo nascido em relação ao pecado, é exatamente igual a Dele. Afinal a nova criatura é onde Cristo, pela fé habita, e Ele abomina o pecado.

      A maior característica da santidade é o reconhecimento da total pecaminosidade. Paulo, diante da lei e dos homens, era "irrepreensível", porém, diante da santidade de Deus ele confessava:
"Fiel é esta palavra e digna de toda a aceitação; que cristo jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal" 1 Timóteo 1:15

      Todas as vezes que alguém julga outro pelos pecados cometidos, este alguém se julga menos pecador. Com isso, a vitória que lhe foi concedida por Cristo, parece ter sido obtida, por esforço próprio, e não recebida.
Mas será que é esta a verdade ? Não. A Palavra de Deus diz:
"Pois, quem te faz diferente ? E que tens tu que não tenhas recebido? E, se o recebeste, por que te glorias, como se não o houveras recebido ?" I Coríntios 4:7

      Nós esquecemos que andamos pela fé, e não por vista. Paulo baseava-se em sua posição, em Cristo, e não em seu desempenho:
"Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé no filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim." Gálatas 2:20

      O que é andar em espírito ?
"Digo, porém: Andai pelo espírito, e não haveis de cumprir a cobiça da carne. Porque a carne luta contra o espírito, e o Espírito contra a carne; e estes se opõem um ao outro, para que não façais o que quereis." Gálatas 5:16 e 17.

Andar em espírito, é confessar, a cada momento, que é Cristo que habita em mim. Andar em espírito é como crer na salvação. Eu não vi Cristo na cruz, nem ressurreto, mas creio, pois está na Palavra. Eu não vejo santidade em mim, mas creio que sou santo, porque Cristo faz morada em mim, e Ele é santo. E tanto a salvação, quanto a santificação são dados por Deus. A salvação é de graça, dada por Deus, em Cristo. A santificação também é de graça, dada pelo Espírito Santo.

      O mundo, a carne e o diabo, que são os 3 inimigos que levam o crente a pecar. Eles são poderosos, porém, para o cristão, ainda que pareçam fortes, todo o seu poder é nada, comparado ao sacrifício salvífico de Cristo na cruz. Nada pode anular o poder da salvação dada em Cristo Jesus, absolutamente nada! E é esta certeza, que nos traz vitória em nosso caminhar!

      A vitória é de Cristo, e Nele, somos mais que vencedores.


VoltarEnviar páginaImprimir páginaComentar


Avenida Paraná, 76 - A - Próximo ao Calçadão - Londrina - Paraná - Brasil
Ministério Jovem Livres Em Cristo - Primeira Igreja Batista em Londrina